Domingo, 24 de Maio de 2009
3.11. Cinema de Vanguarda

O cinema de vanguarda anda de “mãos dadas” com o surrealismo e o futurismo e exemplo disso são Luiz Buñel e Salvador Dali, com Un Chien Andalou (posteriormente, acusados de plágio por Antonin Artaud). Este filme por sua vez não possui uma história com a ordem normal dos acontecimentos, passa por exemplo de "era uma vez" directo para "oito anos depois". Utiliza a lógica dos sonhos e da imaginação, baseada na psicanálise de Freud.
A Mulher, nesta obra, surge como parte integrante do sonho do Homem, a paranóia que o leva a cortar, numa das cenas iniciais, o seu olho com uma navalha. Posto isto, podemos observar um outro papel da Mulher, muito relacionado com o erotismo, com o fetiche: a dor e a mutilação (que, veremos depois, faz parte apenas do imaginário) infligidas na Mulher têm tudo que ver com as fantasias sexuais por realizar, e da concretização íntima.


Este género é sobretudo uma constante procura de novas tecnologias, de imagem, luz, movimento. “Esta ideia de relação entre o vanguardismo e o progresso técnico do cinema volta a encontra-se em Jean Esptein: «estética ou não, nunca aconteceu que uma vanguarda não esteja em função de uma de uma nova técnica, cujo poder de expressão experimenta por meio de imagem ou do som» ” (Enciclopédia da Sétima Arte, vol. IV).
O cinema de vanguarda é um cinema experimental, “o filme experimental ou de vanguarda não é outra coisa que o cinema mesmo”. (Jorge Pelayo in Cinema de Vanguarda).
Neste género não existem divas e, como é um género experimental, que se baseava em investigação, a Mulher surge quase exclusivamente como parte integrante do sonho do Homem como podemos analisar no filme Un Chien Andalou.
 

 



publicado por Área de Projecto às 13:22
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

25
26
27
28
29
30



posts recentes

...

1. Breve História da Mulh...

1.1. Primórdios, Primeira...

2. A Mulher no Cinema Mun...

2.1. A Mulher no Cinema A...

2.2. A Mulher no Cinema F...

2.3. A mulher no Cinema A...

2.4. A Mulher no Cinema I...

2.5. A Mulher no Cinema E...

2.6. A Mulher no Cinema S...

arquivos

Maio 2009

Trabalho realizado por:
Catarina Viana, Irina Pedroso, Joana Alves e Sarah Saint-Maxent
Coordenadas pela
Professora Cecília Cunha
subscrever feeds